CNI: feriado de 20/11 pode ter afetado a produção

O economista-chefe da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Flávio Castelo Branco, afirmou que os dados dessazonalizados da pesquisa Indicadores Industriais divulgados hoje pela entidade estão prejudicados pelo feriado do Dia da Consciência Negra (20 de novembro). O feriado não é nacional, mas foi observado em 286 municípios brasileiros, entre eles os de São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP) e Manaus, que têm grande importância na produção industrial.Castelo Branco disse que não é possível, no entanto, saber exatamente qual o impacto desse feriado nos indicadores dessazonalizados. O feriado é apontado pela CNI como o principal fator de redução nas horas trabalhadas na produção industrial, que caiu 5,8% em novembro, na comparação com outubro, e 0,5% na mesma base de comparação mas com ajuste sazonal.O economista Paulo Mol, também da CNI, disse que, embora com chance menor, o feriado de 20 de novembro pode ter impactado o índice de utilização da capacidade instalada dessazonalizado. Na avaliação de Mol, os empresários podem ter aumentado sua produção antecipadamente por saberem que haveria um dia útil a menos, mas o economista ressaltou que a possibilidade de isso ter ocorrido é menor, porque a indústria já opera coma elevada capacidade instalada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.