CNI: indústria mantém crescimento em abril

O Boletim Mensal da Confederação Nacional da Indústria (CNI) informa que, em abril deste ano, aindústria brasileira manteve a trajetória de crescimento que vem desde o início do ano. As taxas dos diversos indicadores foram positivas em comparação com março deste ano e também com abril de 1999. De acordo com a CNI, isso é resultado da melhora dos fundamentos macroeconômicos, como condições de financiamento, queda dos juros, ampliação de prazos e aumento das exportações de manufaturados. O destaque do mês foi o aumento do emprego, de 0,75% sobre março. De acordo com a CNI, este foi o maior crescimento do nível de emprego desde o início da série de pesquisa, iniciada em janeiro de 92. Com relação a abril de 99, houve aumento de 0,46%. Os salários reais pagos pela indústria também aumentaram, 1,18%, em comparação a março deste ano e 2,85 % na comparação com abril de 99. Com os últimos resultados, porém, a taxa acumulada no ano ainda é negativa em 0,14%. As vendas reais aumentaram 8,51% em abril sobre março e as horas trabalhadas na produção, 4,03%. Oaumento atípico deve-se à diferença de dias úteis entre março e abril, já que o carnaval caiu no mês de março. Em comparação a abril de 99, as vendas cresceram 8,33% e o crescimento das horas trabalhadas foi de 2,90%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.