Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

CNI mostra preocupação com aumento de tarifa de energia

Os aumentos das tarifas de energia elétrica estão preocupando a Confederação Nacional da Indústria (CNI), que teme uma perda de competitividade das empresas brasileiras e uma redução das exportações de algumas "commodities" ? produtos com preços definidos no exterior, independentemente de onde são produzidos.Entre os motivos de preocupação estão, além de problemas imediatos, como a falta de combate aos "gatos" nas favelas do Rio de Janeiro, que têm elevado as tarifas da Light acima da média nacional, os possíveis efeitos do novo modelo do setor elétrico.Segundo o coordenador do Conselho de Infra-Estrutura da CNI, José de Freitas Mascarenhas, as constantes queixas das federações de indústria sobre o problema levaram a CNI a estudar um sistema de acompanhamento das tarifas, para evitar exageros.Durante todo o dia de hoje, técnicos da iniciativa privada estão estudando a questão, inclusive com representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). "O ambiente é de aumento de tarifas, e temos que trabalhar para que ele não seja exagerado, para que reflita os custos de geração", disse Mascarenhas.Segundo ele, as indústrias de alumínio e de aço estão entre as mais afetadas pelos aumentos. "Daqui a pouco vão trocar exportação de alumínio pela exportação da matéria-prima", comentou.

Agencia Estado,

09 de junho de 2004 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.