coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

CNI prevê crescimento do emprego e melhora salarial

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) prevê que o nível de emprego industrial irá crescer e que os salários tendem a melhorar este ano. Segundo o documento "Cenários, Negociações Coletivas", elaborado pelas unidades de Relações do Trabalho e de Política Econômica entidade, divulgado hoje, "a recuperação gradual da atividade enseja um ambiente mais propício às contratações". No entanto, a abertura de novas vagas é esperada para o segundo semestre . "O crescimento das contratações ocorre com defasagem em relação à melhora da economia", diz o documento. De acordo com os técnicos da CNI, o nível de emprego industrial deverá crescer em 2002 pelo menos com a mesma intensidade de 2001, quando foi 1,11% maior que em 2000.Ainda de acordo com o documento "Cenários, Negociações Coletivas", elaborado pela CNI, os salários tendem a ter melhora este ano em relação a 2001. "Tanto a queda da inflação quanto a recuperação econômica melhoram os prognósticos para os salários e rendimentos reais. A melhora, não obstante, tende a ser lenta", escrevem os técnicos da entidade no documento. Em 2001, a folha real média da indústria fechou com crescimento de 2% em relação ao ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.