CNI: vendas reais crescem 1,8% em outubro

Os indicadores industriais de outubro divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostram uma recuperação da atividade industrial de forma sustentável. Todas as variáveis dessazonalizadas registraram crescimento em relação a setembro. As vendas reais (descontada a inflação), que medem o faturamento real das empresas, subiram 1,8% em outubro ante setembro, enquanto as horas trabalhadas aumentaram 1,4% no mesmo período. O nível de utilização da capacidade instalada (Nuci) ficou em 80,5% em outubro, ante 80,1% em setembro e 82,4% em outubro de 2008. O emprego na indústria também aumentou 0,6% em outubro ante setembro.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

07 de dezembro de 2009 | 11h28

A CNI não divulga o indicador de massa salarial real dessazonalizado em relação ao mês anterior. O índice original (sem ajuste) mostra um crescimento de 1,7% na massa salarial ante setembro. Na comparação com outubro de 2008, todos os indicadores ainda mostram recuo. As vendas reais caíram 3,8% e acumulam uma queda de 7,1% de janeiro a outubro de 2009, em relação ao acumulado no mesmo período de 2008. As horas trabalhadas diminuíram 8,6% em outubro ante outubro de 2008, e acumulam queda de 9% de janeiro a outubro.

O emprego industrial caiu 4,1% ante outubro de 2008 e, no ano, apresenta uma queda acumulada de 3,5%. A massa salarial real diminuiu 1,6% em outubro ante mesmo mês de 2008 e acumula queda de 2% de janeiro a outubro. Segundo a CNI, apesar da recuperação das variáveis industriais, a superação total da crise só ocorrerá no primeiro semestre de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
indústriaCNI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.