carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Cobrança de IOF no Brasil é manchete de jornais argentinos

O diário 'La Nación' relata 'o respaldo dos industriais brasileiros ao imposto contra o capital financeiro'

MARINA GUIMARÃES, Agencia Estado

20 de outubro de 2009 | 13h44

A cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) na entrada de capitais externos no Brasil é manchete dos sites dos principais jornais argentinos nesta terça-feira, 20. O Clarín estampa: "Brasil impõe uma taxa de 2% à entrada de capitais do exterior". O jornal explica que "o governo Lula tenta frear a acelerada queda do dólar em relação ao real, que já perdeu 25% de seu valor ante a moeda brasileira desde o início do ano, e que ontem fechou a R$ 1,69".

 

Veja também:

linkBrasil terá entrada forte de capital até 2010, prevê Moody´s

linkTaxação não deve afastar investidor estrangeiro, diz Dilma

linkEfeito do novo IOF é limitado, diz diretor do FMI

linkApós IOF, gestores alteram estratégias de investimento no País

O La Nación, por sua vez, destacou "o respaldo dos industriais brasileiros ao imposto contra o capital financeiro". O jornal mostra que o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, apoiou a medida, mas pondera que o Fundo Monetário Internacional (FMI) estimou que o impacto será limitado.

O El Cronista, jornal econômico, também dá destaque à notícia que tenta "apaziguar a moeda" e recorda que o presidente Lula "havia desmentido a cobrança do imposto, mas finalmente terminou impondo os controles". El Cronista estampa como principal manchete em seu site o "mau humor na Bolsa de São Paulo pelo controle ao capital estrangeiro". O Ámbito Financiero também acompanha a cobertura como uma das principais de seu site.

Tudo o que sabemos sobre:
capital externotaxaçãoArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.