coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Cobrança no Rodoanel é alvo

A tarifa a ser cobrada pelas novas concessionárias das rodovias federais reforçará a campanha de sindicatos, associações comerciais e prefeitos da Grande São Paulo contra o pedágio no Rodoanel. Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco, Jorge Nazareno, o valor proposto no leilão de terça-feira comprova que o pedágio paulista é muito caro.''''O formato de privatização adotado em São Paulo é da concessão baseada no retorno financeiro para o Estado e isso encarece.'''' O reflexo, diz, atinge toda a economia, até quem não usa rodovias. ''''O frete pesa no preço final de todos os produtos.'''' Ele diz que a concepção do sistema é de uma via de interligação para facilitar o escoamento da produção e desafogar o trânsito das marginais. ''''Com a proposta de instalar pedágios inclusive nos acessos, as pessoas vão voltar para as marginais.'''' Segundo ele, o Rodoanel foi concebido sem pedágios. ''''Quando o motorista chega ali, já pagou um absurdo nas rodovias de acesso.''''O vereador Toninho Kalunga (PT), de Cotia, que colocou faixas contra o pedágio no Rodoanel, diz que as novas tarifas provam que a alegação de que o pedágio é caro porque o serviço é bom é uma mentira.

José Maria Tomazela, O Estadao de S.Paulo

11 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.