Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

Cobre avança com receio de inflação

Os contratos do cobre subiram 6,5% ontem no mercado futuro de Londres, para US$ 3.998 por tonelada - maior preço em quatro meses -, beneficiados pela desvalorização do dólar e por um aumento no fluxo de investimentos em commodities após as medidas anunciadas pelo banco central dos EUA na quarta-feira renovarem os receios de inflação no longo prazo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.