Cobre se valoriza com dado sobre PIB dos EUA

Os contratos futuros de metais básicos fecharam em alta acentuada ontem, impulsionados pela revisão em alta do crescimento da economia dos EUA no terceiro trimestre. Outros dados americanos melhores do que o esperado também ajudaram, como a expansão nas vendas pendentes de moradias e a queda nos pedidos de auxílio-desemprego. Na Bolsa de Metais de Londres, o contrato de cobre para três meses ganhou 1,73% e fechou a US$ 7.899,50 a tonelada. Na Bolsa Mercantil de Nova York, o cobre para dezembro subiu 1,82%, a US$ 3,5885 a libra-peso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.