Cobre sobe em NY com demanda e protestos

O preço do cobre subiu 2,3% em Nova York, para US$ 4,1070 por libra-peso, com a demanda dos investidores por commodities após o Goldman Sachs apresentar uma perspectiva otimista para os metais ontem. O cobre também foi impulsionado por protestos na mina chilena El Teniente - o maior depósito subterrâneo do metal do mundo que é operado pela estatal Codelco. Segundo a mídia local, cerca de mil trabalhadores fizeram uma manifestação contra as condições de trabalho e salários na mina. Um porta-voz da Codelco afirmou, porém, que a produção da mina não foi afetada pelos protestos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.