Coca-Cola tem lucro líquido de US$ 1,16 bilhão

A norte-americana Coca-Cola anunciou um lucro líquido de US$ 1,16 bilhão (US$ 0,47 por ação) no terceiro trimestre até 30 de setembro de 2002, ante um lucro de US$ 1,07 bilhão (US$ 0,43 por ação) em igual período do ano passado. O resultado do trimestre deveu-se em parte às sólidas vendas da nova marca Vanilla Coke nos EUA. A receita operacional no trimestre subiu para US$ 5,32 bilhões, de US$ 4,69 bilhões em 2001. Os números do terceiro trimestre incluem encargo especial de US$ 0,01 por ação a partir de investimentos na América Latina e impacto negativo de US$ 0,01 por ação decorrente do câmbio. O lucro operacional foi de US$ 0,48 por ação, em linha com a previsão da Thomson First Call.A empresa alertou que o seu lucro em todo o ano de 2002 talvez fique entre US$ 0,01 a US$ 0,02 por ação, abaixo da atual expectativa de US$ 1,78 por ação. A empresa não espera que as condições econômicas melhorem no quarto trimestre e alertou que talvez não haja uma recuperação do impacto de fatores que afetaram os negócios no terceiro trimestre. O crescimento na América do Norte foi muito sólido durante o período, embora os resultados globais tenham ficado abaixo das projeções internas, devido ao fraco clima em partes da Europa e Ásia. A empresa disse que não tem verificado melhora nas condições macroeconômicas antecipada no início deste ano. Em 2001, a Coca-Cola lucrou US$ 3,97 bilhões (US$ 1,60 por ação), incluindo um encargo de US$ 10 milhões, sobre receita de US$ 20,09 bilhões. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.