Codefat aprova R$ 3,2 bi para programas de emprego

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou hoje a destinação de R$ 3,2 bilhões em linhas de crédito para o financiamento de programas de geração de emprego e renda. De acordo com informações divulgadas pelo Ministério do Trabalho, ao todo serão R$ 7,2 bilhões em recursos (os R$ 3,2 bilhões aprovados hoje e mais R$ 4 bilhões em reaplicações de recursos antigos).

AE, Agencia Estado

25 de março de 2010 | 20h04

Segundo nota do ministério, foram criadas linhas de financiamento de equipamentos para costureiras e alfaiates. Ao setor de turismo (FAT-Giro Setorial) o fundo destinou R$ 200 milhões para capital de giro aos estabelecimentos do setor de restaurantes e outros serviços de alimentação e bebidas. Foram beneficiados ainda o transporte coletivo complementar, a linha FAT Taxista e a linha FAT Moto-Frete.

Tudo o que sabemos sobre:
empregorendaFATrecursos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.