Codelco e Antofagasta assinam acordo de exploração de 4 anos

Serão investidos US$ 2,5 mi para explorar propriedades das companhias perto da cidade chilena de Calama

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

24 de agosto de 2010 | 14h01

A estatal Corporacion Nacional del Cobre (Codelco) e a Antofagasta, ambas do Chile, assinaram um acordo de exploração de quatro anos, afirmou a Codelco em comunicado. A Antofagasta investirá US$ 2,5 milhões para explorar inúmeras propriedades que as companhias possuem perto da cidade chilena de Calama.

Se forem encontradas reservas de cobre, a Antofagasta financiará e realizará estudos de viabilidade. Assim que as propriedades entrarem em produção, a Codelco ficará com uma participação de 40% no projeto e a Antofagasta com os 60% restantes, afirmou a estatal.

Em 2008, a Codelco assinou acordo de exploração similar com a Rio Tinto.

A política da gigante estatal é a de desenvolver suas maiores propriedades e fechar acordos de joint ventures para explorar seus ativos menores. A Codelco possui uma fatia de 49% na mina El Abra, que é controlada e operada pela Freeport McMoran Copper & Gold.

A Antofagasta possui as minas de cobre de Michilla, El Tesoro e Los Pelambres, no Chile, e está desenvolvendo o projeto Esperanza. No primeiro semestre deste ano, a companhia produziu 252.900 toneladas de cobre.

A Codelco é a maior produtora de cobre do mundo, com produção anual de cerca de 1,7 milhão de toneladas. As informações são da Dow Jones. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.