finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Coeuré pede estabilidade fiscal na zona do euro

Os governos da zona do euro precisam encorajar investimentos e manter uma estrutura fiscal estável para que o corte na taxa de juros do Banco Central Europeu (BCE) possa ajudar a economia, afirmou o membro do conselho executivo da instituição Benoît Coeuré.

AE, Agencia Estado

09 de novembro de 2013 | 08h53

"A primeira condição para que as empresas invistam e as famílias consumam é uma estabilidade da política econômica. Nós precisamos ter políticas favoráveis ao investimentos", disse Coeuré em um entrevista à emissora de rádio France Inter neste sábado. "Nós precisamos ter uma estrutura fiscal estável em todos os lugares da zona do euro".

O BCE surpreendeu grande parte dos agentes do mercado na quinta-feira quando reduziu sua taxa de refinanciamento em 25 pontos-base para uma mínima recorde de 0,25%.

O banco deverá manter seu viés de baixa enquanto a inflação na zona do euro ficar abaixo da meta, afirmou o presidente do BCE, Mario Draghi. "Nós ainda podemos cortar as taxas se necessário, e - já dissemos claramente na quinta-feira - ainda podemos fornecer liquidez para o sistema financeiro da zona do euro", afirmou Coeuré. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroeconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.