Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil
Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Colnago: Voltamos a sonhar com planejamento de longo prazo para o País

BRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, apresentou nesta quarta-feira um plano para desenvolvimento de longo prazo. Durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, chamado de conselhão, Colnago apresentou um documento com ações para 12 anos. "Voltamos a sonhar com planejamento de longo prazo para o País, que foi feito há mais de dez anos. A principal mensagem do documento é que não podemos abandonar agenda de reformas deste governo", afirmou.

Lorenna Rodrigues e Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2018 | 12h54

Segundo o ministro, a conclusão de Estratégia Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social é que somente com a continuação da agenda de reformas é possível evitar uma nova "década perdida". Ele apresentou três cenários: no primeiro, em que nenhuma reforma é feita, o País teria mais dez anos de baixo crescimento. No cenário com reformas básicas no âmbito macroeconômico, o crescimento do PIB seria de em média 2,2%. Na terceira simulação, com reformas macro e microeconômicas para aumentar a produtividade, o crescimento seria acima de 4%.

Assim como o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, Colnago fez um apelo pela manutenção do teto de gastos como forma de controlar o crescimento das despesas. "Temos urgência em voltar a apresentar superávits primários. Não temos mais espaço para aumentar impostos nem para nos endividarmos", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.