Colômbia cresce no menor ritmo em 3 anos

A economia da Colômbia cresceu no menor ritmo em três anos no terceiro trimestre, com forte queda do setor de construção e fraco crescimento dos setores de energia e mineração.

AE, Agencia Estado

20 de dezembro de 2012 | 18h25

O Produto Interno Bruto (PIB) da Colômbia cresceu 2,1% no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela agência de notícias estatal, DANE. O crescimento ficou bem abaixo do registrado no segundo trimestre em relação ao mesmo período de 2011, de 4,9%, e é o menor avanço trimestral desde o terceiro trimestre de 2009. Em comparação com o segundo trimestre, a economia caiu 0,7%.

Os dados ficaram bem abaixo da expectativa dos economistas consultados pela Dow Jones, que previam um crescimento de 3,8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

O setor de construção caiu 12% no último trimestre em relação ao mesmo período de 2011, enquanto os de energia e mineração tiveram um leve crescimento de 0,5%. Os únicos setores que registraram crescimento forte foram o de agricultura e pesca, que cresceram 4%.

O inesperado resultado pode levar o banco central da Colômbia a cortar a taxa básica de juros, atualmente em 4,5%, pelo segundo mês consecutivo nesta sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.