Colômbia quer atrair turistas brasileiros

Cerca de 20 operadores brasileiros participam amanhã e depois (dias 26 e 27) na Colômbia de uma rodada de negócios sobre turismo de sol e praia, história e cultura, congressos e convenções, agroturismo e turismo de aventura. Além da presença de operadores brasileiros, estão sendo aguardados mais de 150 compradores de países como Alemanha, Argentina, Canadá, Caribe, Chile, Equador, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Peru, Uruguai e Venezuela, além de mais de 200 empresas colombianas. Segundo a diretora do escritório comercial da Colômbia no Brasil - Proexport -, María Elvira Pombo, a Colômbia vem lutando para combater a violência para poder aproveitar melhor o fato de ser um país banhado por dois oceanos. "Isso resulta em um mar de variadas cores, praias paradisíacas e ampla biodiversidade submarina", afirma. Além disso, tem diversas localidades tombadas como patrimônio mundial pela Unesco. O governo colombiano, em conjunto com o Ministério do Comércio, Indústria e Turismo do Brasil e com a ProExport Colômbia, promovem o evento no Centro de Convenções Gonzalo Jiménez de Quesada, em Bogotá. Os principais setores potenciais para a rodada de negócios são: agências de viagem e operadoras, redes hoteleiras, operadores profissionais de feiras, congressos e convenções e parques temáticos.

Agencia Estado,

25 Abril 2006 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.