Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Com 114 Leões, Brasil bate recorde no Festival

Apenas ontem, as agências brasileiras conquistaram 18 Leões: marca deste ano supera com folga os 80 Leões conquistados em 2012

CANNES, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2013 | 02h06

O Brasil bateu um novo recorde de Leões no Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade 2013, com um total de 114, ultrapassando com folga a marca anterior, de 80 prêmios do ano passado. A Ogilvy, que recebeu dois Grand Prix - um em Promo & Activation e outro em Titanium - liderou o ranking de Leões entre as agências, com um total de 34 reconhecimentos, e foi eleita a Agência do ano.

Das 16 categorias do Festival, o País só não foi lembrado em duas: Innovation e Creative Effectiveness. O domínio foi novamente dos trabalhos impressos - foram 25 Leões em Press -, seguidos das campanhas de Outdoor (16) e Promo & Activation (11). Mas o País também esteve representado nas categorias mais "jovens", como Cyber e Mobile.

Ontem, o Brasil contabilizou um total de 18 Leões (2 em Titanium & Integrated, 5 em Film, 5 em Film Craft e 6 em Branded Content & Entertainment). O Grand Prix em Titanium foi concedido para uma das campanhas mais comentadas do festival - "Retratos da Beleza Real", para a marca Dove, da gigante multinacional Unilever.

A expectativa sobre as campanhas da Ogilvy neste ano era grande. O trabalho para a Dove foi visto por mais de 160 milhões de pessoas ao redor do mundo (a campanha foi exibida em 30 países). Ao justificar o Grand Prix em Titanium para "Retratos da Real Beleza", o presidente do júri da categoria, Dan Wieden, fundador da agência americana Wieden+Kennedy, afirmou que a campanha mostra uma "nova direção para a publicidade". "Ela não presta apenas um serviço ao cliente e à agência, mas também aos consumidores que nós servimos."

Embora não seja uma agência brasileira, a Pereira & O'Dell, que pertence ao grupo brasileiro ABC, de Nizan Guanaes, também teve forte desempenho no festival. A agência sediada em San Francisco já tinha recebido o prêmio máximo em Cyber. Ontem, também foi reconhecida nas categorias Branded Content & Entertainment e Film. A campanha vencedora - "The Beauty Inside", ou "Beleza Interior" - foi realizada para a Intel, com o processador embutido nos notebooks Toshiba.

Últimas categorias. Quatro categorias tiveram os vencedores anunciados ontem. Em Titanium & Integrated, a Ogilvy ficou com o prêmio máximo em Titanium e um Leão de Ouro em Integrated. Em Film, a mesma campanha levou um Leão de Ouro, enquanto a Borghi/Lowe levou a Prata para um filme de Anador, mesmo reconhecimento de uma peça da F/Nazca Saatchi & Saatchi para a Leica. Os bronzes foram para AlmapBBDO (Getty Images) e Ogilvy (Coca-Cola).

Em Film Craft, foram cinco prêmios para o Brasil: ouro para F/Nazca Saatchi & Saatchi (Leica) e AlmapBBDO (Getty); a F/Nazca ainda levou uma prata e dois bronzes na categoria pelo trabalho feito para a Leica. Em Branded Content & Entertainment, foram seis leões: ouro para Ogilvy (Dove) e Grey 141 (WWF); duas pratas para Leo Burnett Tailor Made (Esporte Clube Vitória) e uma para Africa (Ariel); e bronze para DDB (Fundação Pão dos Pobres). / F.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.