Com ajustes, dólar segue movimento global e fecha em alta

O dólar fechou em alta nestaquinta-feira, com o mercado aproveitando a volatilidade dasbolsas e a valorização da moeda norte-americana no resto domundo para fazer ajustes após uma longa sequência de baixas. A moeda norte-americana terminou o dia a 1,670 real, comalta de 0,66 por cento. No mês, foi apenas o terceiro dia de avanço do dólar --aqueda registrada em abril é de 4,73 por cento. Segundo Carlos Alberto Postigo, operador de câmbio do BancoPaulista, o mercado foi influenciado principalmente pela altado dólar no resto do mundo. O euro, por exemplo, cedeu dospatamares recordes após indicadores que mostraram força domercado de trabalho dos Estados Unidos e queda na confiança doinvestidor alemão. Outro fator, segundo o operador, foi a volatilidade dasações. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), descolada dootimismo de Nova York, oscilava perto da estabilidade no finalda tarde, com leve alta de 0,06 por cento. "Esses fatores acabaram contribuindo para acelerar essemovimento (de realização de lucros)", disse o operador, emreferência ao ajuste para cima do dólar após a sequência dedesvalorização. Sidnei Nehme, diretor-executivo da NGO Corretora de Câmbio,ressaltou que a alta foi pontual. "O movimento de alta presentenão sugere mudança de tendência", salientou em relatório.Segundo ele, a perspectiva de continuidade da alta do juro abreespaço para uma valorização maior do real. No final da sessão, o Banco Central realizou um leilão decompra de dólares no mercado à vista. Foram aceitas ao menostrês propostas, segundo um operador, com taxa de corte a 1,6688real.

SILVIO CASCIONE, REUTERS

24 de abril de 2008 | 16h22

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.