Brasileiros reduzem gasto no exterior
Brasileiros reduzem gasto no exterior

Com alta do dólar, brasileiro reduz gasto no exterior

Desembolso em viagens internacionais somou US$ 1,72 bi em novembro, queda de 7,2% contra um ano antes e o desempenho mais fraco para o mês desde 2011

O Estado de S. Paulo

19 Dezembro 2014 | 10h44

Com a alta do dólar, os brasileiros que viajaram ao exterior diminuíram os gastos em novembro. Segundo o Banco Central, foram desembolsados US$ 1,72 bilhão no período por turistas brasileiros lá fora, uma queda de 7,2% em um ano. Foi também o desempenho mais fraco para o mês desde 2011.

O chamado déficit na conta de viagens - a diferença entre o que os brasileiros deixam lá fora e os estrangeiros gastam por aqui - diminuiu e ficou em US$ 1,245 bilhão em novembro, contra US$ 1,637 bilhão em outubro e pouco abaixo do desempenho um ano antes (US$ 1,298 bilhão). No acumulado do ano até o mês passado, contudo, o rombo na conta de viagens soma US$ 17,095 bilhões ante US$ 16,665 bilhões vistos em igual período de 2013.

O turista precisa ficar atento às oscilações do dólar ao planejar uma viagem internacional. O recomendado pelos especialistas é comprar moeda aos poucos para se proteger das variações cambiais. Além disso, gastos com cartão de crédito devem ser evitados, porque a cotação usada para cálculo da fatura pode mudar drasticamente entre o momento da compra e o pagamento da conta.

Em novembro, o dólar acumulou alta de quase 4% - começou o mês em R$ 2,47 e avançou para a casa de R$ 2,56. O movimento de valorização continuou em dezembro e a moeda chegou a atingir a cotação de R$ 2,75 com o ataque especulativo ao rublo. Atualmente, está no patamar de R$ 2,65.

Mais conteúdo sobre:
dólarviagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.