Com dia positivo, Bovespa tem 1ª queda semanal após 4 altas

Sessão desta sexta fechou com elevação de 0,92%, em 51.373 pontos; bancos e Petrobras sustentaram ganhos

Claudia Violante, Agência Estado

19 de junho de 2009 | 17h44

Depois de quatro sessões em queda, a Bovespa finalmente viu o sinal positivo no fechamento, mas, na semana, o desempenho foi justamente o contrário. Após quatro semanas de alta, o Ibovespa voltou a ter perdas nestas últimas cinco sessões. Bancos e Petrobras deram sustentação aos ganhos. A Bolsa terminou a sexta-feira em elevação de 0,92%, aos 51.373,77 pontos. Na semana, registrou perda de 4,08%, a primeira após quatro altas seguidas. No mês, tem baixa de 3,43% e, no ano, ganhos de 36,81%. Na mínima do dia, o Ibovespa atingiu os 50.908 pontos (+0,01%) e, na máxima, os 51.665 pontos (+1,50%). O giro no pregão regular somou R$ 3,776 bilhões. Os dados são preliminares.

 

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

  

A sexta-feira foi uma sessão de respiro, possível após uma quinta-feira de boas notícias e indicadores favoráveis. Na avaliação do analista de investimentos da Spinelli Jayme Alves, o giro fraco, no entanto, reforça o comportamento lateral da Bolsa visto nos últimos dias, com a falta de estímulo para conduzir os índices para onde quer que seja. "O investidor não quer tomar posição. Vai ficar em standby, à espera de novidades mais concretas", comentou ao lembrar que logo começa mais uma temporada de balanços corporativos.

 

As bolsas norte-americanas também não atrapalharam o desempenho da Bovespa. Depois de alguma oscilação no dia do vencimento quádruplo - futuros de índices de ações, opções de índices de ações, opções de ações e futuros de ações -, o Dow Jones acabou caindo. Os papéis ligados ao segmento de tecnologia foram destaques de elevação, contrabalançada pela fraqueza das ações do setor industrial e de petrolíferas. O Dow Jones recuou 0,19%, aos 8.539,73 pontos. O S&P avançou 0,31%, aos 921,23 pontos, e o Nasdaq teve alta de 1,09%, aos 1.827,47 pontos.

 

Na Bovespa, o setor financeiro foi destaque de alta, assim como as ações da BM&FBovespa, que avançaram embaladas pela redução da taxa básica de juros, com consequente queda na remuneração dos investimentos de renda fixa. Bradesco PN teve alta de 0,96%, Itaú PN, 1,53%, BB ON, 2,44%, BM&FBovespa ON, 3,18%.

 

Petrobras também foi destaque de alta. A ação ON subiu 1,25% e a PN, 0,60%. Ontem, a estatal anunciou que a produção total de petróleo e gás natural, considerando os campos do Brasil e do exterior, cresceu 7,6% em maio na comparação com maio do ano passado e 1,1% ante abril. Na Nymex, o contrato do petróleo para julho recuou 2,55%, a US$ 69,55.

 

Apesar da alta dos metais, Vale caiu: a ON perdeu 0,11% e a PNA, 0,35%. Hoje, a mídia da província chinesa de Shanxi informou que as siderúrgicas locais assinaram acordos de fornecimento de minério de ferro com Vale, Rio Tinto e BHP Billiton.

 

As siderúrgicas fecharam sem tendência definida: Gerdau PN, -0,05%. Metalúrgica Gerdau PN, -0,76%, Usiminas PNA, +0,75%, e CSN ON, +1,28%. A Associação Mundial do Aço informou hoje que a produção global de aço bruto caiu 21% em maio na comparação com igual mês do ano passado, para 95,6 milhões de toneladas. Frente a abril, no entanto, a produção cresceu 7,4%. No Brasil, a produção cresceu 9,5% em maio ante abril.

 

Destaque da sessão hoje foi Redecard ON, que subiu 5,87%, na terceira maior elevação do Ibovespa. A proximidade da oferta pública inicial (IPO) da concorrente VisaNet ajudou a explicar esse movimento. Na operação da VisaNet, o período de reserva de ações da oferta secundária termina na quarta-feira da próxima semana. O início da negociação dos papéis em bolsa está previsto para o dia 29 de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespabolsa de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.