Vilar Olivares/Reuters
Vilar Olivares/Reuters

Com dólar alto, gasto do brasileiro no exterior cai 47%

Ainda assim, a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no Brasil deixou um saldo negativo de US$ 774 milhões

Célia Froufe e Victor Martins, O Estado de S. Paulo

23 de outubro de 2015 | 11h05

BRASÍLIA/SÃO PAULO - Com a alta de 46% do dólar somente neste ano, o turista brasileiro colocou um freio nos gastos no exterior. Segundo dados do Banco Central divulgados nesta sexta-feira, 23, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 1,260 bilhão em setembro, uma queda de 47% em relação aos US$ 2,377 bilhões gastos no mesmo mês do ano passado.

Com isso, a conta de viagens internacionais continuou a registrar déficit em setembro. No mês passado, a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no Brasil deixou um saldo negativo de US$ 774 milhões. É verdade, porém, que o ritmo diminuiu já que em igual mês do ano passado, o déficit nessa conta era de US$ 1,891 bilhão.

O gasto dos estrangeiros em passeio pelo Brasil ficou em US$ 486 milhões no mês passado, número estável em relação a setembro de 2014.

No acumulado do ano até setembro, o saldo líquido dessa conta ficou negativo US$ 9,806 bilhões. Em igual período do ano passado, esse valor era de US$ 14,230 bilhões. 


Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.