Com dólar baixo, gasto de turistas fora do País bate recorde

Balanço entre o que turistas gastam no País e o que brasileiros deixam no exterior tem déficit recorde

Fernando Nakagawa e Fabio Graner, da Agência Estado,

28 de julho de 2008 | 12h49

Renda em alta e câmbio favorável têm gerado resultados recordes nas contas de turismo do Brasil. Dados divulgados nesta segunda-feira, 28, pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, mostram recordes nas receitas, despesas e no resultado geral no semestre e no acumulado dos 12 meses. No semestre, a conta de turismo teve déficit de US$ 2,635 bilhões - saldo entre o que os brasileiros gastaram no exterior e o que os estrangeiros deixaram no País. No acumulado em 12 meses encerrados em junho, o déficit atingiu US$ 4,833 bilhões. As duas cifras são as piores para o período - semestral e em 12 meses, respectivamente - em toda a série histórica iniciada em 1947. Em junho, o déficit de US$ 621 milhões é o pior resultado para todos os meses desde o início da série. Recordes também foram registrados na despesa de brasileiros que viajam para exterior. No semestre, o gasto totalizou US$ 5,534 bilhões e em 12 meses, US$ 10,250 bilhões. Também houve recorde no resultado mensal, que somou despesa de US$ 1,047 bilhão. Esse é o maior valor para todos os meses desde 1947. Por outro lado, as receitas obtidas com estrangeiros que visitam o Brasil também foram recordes. No semestre, esses turistas gastaram US$ 2,899 bilhões e em 12 meses, US$ 5,416 bilhões. Dados preliminares do mês das férias escolares mostram que outros recordes devem ser registrados esse mês. Em julho, até esta segunda-feira, o déficit da conta de turismo soma US$ 711 milhões, com despesas de US$ 1,104 bilhão e receitas de US$ 393 milhões. Segundo Altamir Lopes, o déficit da conta turismo e a despesa de brasileiros devem ser recordes novamente. "Os números continuam crescendo pela renda e câmbio favoráveis", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.