carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Com dólar barato, empresas quitam dívidas

Empresas têm aproveitado a forte queda do dólar para quitar dívidas no exterior. Dados preliminares divulgados ontem pelo Banco Central (BC) mostram que de todos os compromissos em moeda estrangeira que já venceram no mês de maio, apenas 22% foram renovados com os credores. O porcentual é muito inferior ao observado normalmente. Em abril, por exemplo, 87% dos compromissos haviam sido rolados nos bancos. Em maio, até ontem, venceram US$ 1,223 bilhão em dívidas corporativas no exterior. Desse montante, empresas renegociaram com os credores o pagamento de apenas US$ 271 milhões. Dessa forma, foram quitados cerca de US$ 950 milhões em dívidas que, em situações normais, poderiam ter sido renovadas sem criar problemas ou grandes custos para as empresas. O chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, explicou que o câmbio favorável tem feito os devedores quitarem os pagamentos, alguns deles em "montantes expressivos". Essa opção ocorre porque muitas companhias têm encarado a queda do dólar como uma "janela de oportunidade" para alterar o perfil do endividamento corporativo. A avaliação ganha força principalmente com o recente desempenho da moeda americana que já caiu 13,6% no acumulado de 2009 até ontem. Metade dessa queda ocorreu em maio, quando a desvalorização do dólar acumulou recuo de 7,77%.

Fernando Nakagawa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

27 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.