Com economia firme, Meirelles alerta para 'exageros' no mercado

O Brasil precisa ficar atento a"exageros de exuberância e euforia" na precificação de ativosfinanceiros, como ações, num momento de expansão sustentável daeconomia doméstica, alertou o presidente do Banco Central,Henrique Meirelles. Ele ponderou, no entanto, que atualmente os mercadosbrasileiros vivem um ajuste às turbulências no exterior. "Todas as experiências de expansão prolongada trazemconsigo riscos de exageros de exuberância e euforia. Temos esserisco, sim, de exagero de precificação. E todo exagero deprecificação leva a exageros de correção", disse a jornalistasnesta quinta-feira, após evento em São Paulo. "Um momento em que as coisas vão muito bem e indicam quecontinuarão muito bem é um momento de ter muito cuidado." As bolsas de valores européias encerraram o pregão destaquinta-feira em alta e a Bovespa exibia valorização no meio datarde, um dia após amargarem forte queda na esteira de WallStreet e de temores relacionados à crise imobiliárianorte-americana. "Nós estamos em um momento de correção externa, de ajuste.Não estamos exatamente hoje em um momento de euforia, estamosem um momento de preocupação internacional", disse Meirelles,acrescentando que esse ajuste não chega a ser preocupante parao Brasil já que a expansão está sendo liderada pela demandadoméstica. (Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Daniela Machado)

REUTERS

22 de novembro de 2007 | 15h50

Tudo o que sabemos sobre:
MACROMEIRELLESCAUTELA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.