Com feriado nos Estados Unidos, mercados tiveram dia atípico

O dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 3,1410 na ponta de venda dos negócios, em alta de 0,48% em relação aos últimos negócios de quarta-feira. A moeda norte-americana iniciou o dia no patamar de R$ 3,1380 e oscilou entre a máxima de R$ 3,1500 e a mínima de R$ 3,1350. Com o resultado de hoje, o dólar registra queda de 1,54% em junho e acumula baixa de 8,20% em 2004. Às 16h38, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em queda de 0,17%. No mercado de juros futuros, as taxas estão em alta. Os contratos com juros pós-fixados (DIs), negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), têm taxa de 17,240% ao ano, frente a 17,160% ao ano registrados na quarta-feira.Sem negócios nos mercados norte-americanos (parados por causa do funeral do ex-presidente Ronald Reagan) e sem a divulgação do índice de inflação dos Estados Unidos (PPI de maio, que seria divulgado durante o feriado de ontem), o mercado financeiro brasileiro viveu uma sexta-feira vazia de indicadores e de notícias. O volume de negócios foi reduzidíssimo e deu margem a algumas oscilações mais fortes de preços que talvez não acontecessem num dia normal. As equipes das instituições financeiras trabalharam em regime de plantão e o dia foi atípico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.