Reuters/Ralph Orlowski
Reuters/Ralph Orlowski

carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Com greve de pilotos, Lufthansa cancela 290 voos e afeta quase 38 mil passageiros

Valor corresponde a 10% de todos os voos; paralisação vem depois de que empresa anunciou cortes de custos

O Estado de S. Paulo

06 de novembro de 2015 | 13h35

FRANKFURT - A companhia aérea alemã Lufthansa cancelou 290 voos programados para esta sexta-feira por causa da greve realizada pelos pilotos. O valor corresponde a 10% de todos os voos, que afetarão cerca de 37.500 passageiros, disse a empresa.

Os pilotos anunciaram ontem que iriam começar a greve nesta sexta-feira e que a duração seria de uma semana, depois que as tentativas de última hora para tentar resolver um impasse sobre cortes de custos falharam.

Os pilotos estão em greve por causa dos benefícios de aposentadoria, pagamentos e os planos da Lufthansa de expandir as operações de baixo custo. A companhia aérea, por sua vez, afirma que precisa realizar cortes de custos para competir com rivais que oferecem serviços de baixo custo.

A Lufthansa disse que lamenta a greve convocada pelo sindicato dos pilotos, que teve início às 11h (de Brasília), e que a empresa "fará de tudo para minimizar o impacto sobre os passageiros".

As companhias aéreas subsidiárias da Lufthansa - Germanwings, Eurowings, CityLine, SWISS, Austrian Airlines, Air Dolomiti e Brussels Airlines - não serão afetadas pela greve.

A Lufthansa, que na semana passada elevou suas projeções de lucro após um salto de 41% no lucro líquido no terceiro trimestre, também está em disputas com outros sindicatos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Lufthansaaviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.