Reuters
Reuters

Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Com impacto da pandemia, saldo da balança comercial do País cai 19% em maio

Resultado ficou positivo em US$ 4,5 bilhões ante os US$ 5,6 bilhões do mesmo mês do ano passado

Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2020 | 16h30

BRASÍLIA - Com queda nas exportações e, em menor volume, nas importações, a balança comercial brasileira registrou saldo positivo de US$ 4,548 bilhões em maio, segundo dados divulgados nesta segunda-feira, 1º, pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia.

O número ficou um pouco acima da mediana das estimativas do mercado captadas pelo Projeções Broadcast, de US$ 4,400 bilhões, e dentro do intervalo das expectativas, de US$ 2,300 bilhões a US$ 6,700 bilhões.

Já sob o impacto da pandemia do coronavírus, o saldo de maio ficou 19,1% menor que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando foi positivo em US$ 5,624 bilhões.

No mês passado, as exportações somaram US$ 17,940 bilhões, uma queda de 4,2% ante maio de 2019. As importações chegaram a US$ 13,392 bilhões, um recuo de 1,6% na mesma comparação.

De janeiro a maio, a balança comercial acumula saldo positivo de US$ 16,349 bilhões, valor 19,5% que o do mesmo período do ano passado. Nessa comparação, as exportações caíram 4,5% e, as importações, 0,6%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.