Com Jirau, Tractebel gera mais energia que Itaipu e Cesp

Com a vitória no leilão da usina hidrelétrica de Jirau, a segunda a ser licitada no complexo do Rio Madeira, em Rondônia, a capacidade instalada de geração de energia elétrica da Tractebel, que participou da disputa por meio da controladora franco-belga Suez, subiu para 8.425 megawatt (MW). O cálculo considera o potencial já instalado das hidrelétricas, termoelétricas e de projetos em construção nos quais a Tractebel tem participação, além da fatia de 50% da companhia no consórcio Energia Sustentável do Brasil, vencedor da disputa de hoje. Com o novo projeto, a Tractebel, que atualmente ocupa a sétima posição no ranking das maiores geradoras de energia do País, elaborado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), sobe para o quarto lugar, ultrapassando a Companhia Energética de São Paulo (Cesp), Itaipu Binacional e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em potencial de geração de energia.Além da Suez, com participação de 50,1%, também participaram do consórcio vencedor as empresas Camargo Corrêa (9,9%), Eletrosul e Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), as duas últimas com 20% cada. Contabilizando a capacidade instalada de Jirau e a sua participação no consórcio Energia Sustentável do Brasil, o potencial de geração da Chesf sobe para 12.353 MW. Hoje, a Chesf já é o agente com maior capacidade instalada no País. Em segundo lugar, aparece Furnas que, com a participação de 40% na usina São Francisco, que ficará com aproximadamente 10.916 MW de capacidade instalada após a conclusão do projeto do Rio Madeira. A Eletronorte é a terceira colocada em capacidade instalada, segundo a Aneel, com aproximadamente 9.256 MW.A capacidade instalada de Jirau é de 3.300 MW. A expectativa da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) é de que a usina comece a gerar energia comercialmente em janeiro de 2013. A última das 44 turbinas deverá entrar em operação em outubro de 2016.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.