Com maior retração no PIB desde 1999, UE entra em recessão

Principal medida da soma das riquezas encolhe 1,5% na região no 4º tri de 2008; outros 4 países registram queda

Nathália Ferreira, da AE

13 de fevereiro de 2009 | 08h26

A economia da União Europeia entrou em recessão no último trimestre do ano passado, informou a agência de estatísticas Eurostat. O PIB (principal medida da soma das riquezas) da região encolheu 1,5% no quarto trimestre de 2008, após declínio de 0,2% no trimestre anterior. A queda é a maior desde o início da medição, em 1999. Dois trimestres consecutivos de contração do PIB indicam recessão técnica.   Veja também:Veja a evolução do PIB trimestral dos países europeusG-7: França quer maior controle sobre fundos de risco De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Também nesta sexta-feira, 13, o PIB da Alemanha, maior economia da zona do euro, apresentou, no quarto trimestre do ano passado, sua maior contração desde o primeiro trimestre de 1987, pressionado pela forte redução das exportações e dos investimentos em maquinário. O PIB alemão declinou 2,1% em relação ao terceiro trimestre, de acordo com os dados divulgados pelo Escritório Federal de Estatísticas, já ajustados aos efeitos sazonais e do calendário. Na comparação com o quarto trimestre de 2007, o recuo foi de 1,7%.  Portugal foi outro país europeu que entrou em recessão no segundo semestre de 2008, conforme revelam dados preliminares divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas local. No quarto trimestre, o PIB registrou contração de 2% em relação ao terceiro trimestre e desacelerou 2,1% ante o mesmo período do ano passado. No terceiro trimestre, o PIB português caiu 0,1% em comparação ao segundo trimestre.  O PIB da Itália registrou contração de 1,8% no quarto trimestre do ano passado em relação ao terceiro, a maior queda desde 1980, após declínio de 0,6% no trimestre anterior, informou o escritório de estatísticas Istat. Em comparação ao quarto trimestre de 2007, o PIB da Itália caiu 2,6%, também a maior contração desde 1980. Na última quinta, a economia da Espanha registrou em 2008 a mais acentuada queda da atividade em 15 anos, jogando o país em uma recessão pela primeira vez desde 1993, à medida em que a crise financeira desmantelou o boom do setor de construção e os gastos dos consumidores. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
criseUErecessão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.