Com negociações, orçamento de transportes poderá dobrar em 2005

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, anunciou hoje à comissão de agricultura da Câmara dos Deputados que o orçamento da pasta para 2005 terá mais do que o dobro dos recursos deste ano, passando dos atuais R$ 2,3 bilhões para R$ 5 a R$ 6 bilhões.Com esses recursos, que irão prioritariamente para a restauração de rodovias, será possível fazer a manutenção, segundo o ministro, de 20% a 25% das estradas até abril do próximo ano e de 60% a 70% das rodovias até dezembro de 2005.O ministro explicou, no entanto, que enviará ao Congresso uma proposta de dotação de apenas R$ 3,5 bilhões. A diferença entre esse valor e o limite, que poderá chegar a R$ 2,5 bilhões, será usada para atender as obras prioritárias definidas em negociações com as bancadas estaduais. "Vamos gastar melhor o que a gente tem", disse o ministro, argumentando que a negociação com bancadas é mais produtiva do que as negociações individuais.Nascimento anunciou ainda que o presidente da República assinará, em breve, um decreto determinando um tratamento simplificado para o licenciamento de obras de restauração, que hoje segue processo semelhante ao das licitações de estradas novas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.