Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Com Olimpíada, Rio tem maior inflação para agosto em 12 anos

IPCA subiu 1% na região metropolitana do Rio no mês passado; só as diárias dos hotéis mais do que dobraram de preço no período

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

09 Setembro 2016 | 11h14

A realização dos Jogos Olímpicos levaram a inflação na região metropolitana do Rio de Janeiro a 1% em agosto, maior resultado entre os locais pesquisados no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como consequência dos jogos, o Rio teve a maior inflação para um mês de agosto desde 2004, quando os preços na região subiram 1,09%.

"O Rio foi o maior resultado num contexto em que houve região até com resultado negativo. Os preços recuaram 0,09% no Recife. O Rio tem pressão forte por conta da Olimpíada", lembrou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do IBGE.

As diárias dos hotéis ficaram 111,23% mais caras na região. Houve pressão também sobre os preços dos alimentos, que subiram 0,90%, resultado muito superior à média nacional, de 0,30%.


O Rio foi responsável por 0,12 ponto porcentual da taxa de 0,44% do IPCA de agosto. O Rio tem participação de 12,06% no IPCA. A região de São Paulo, que tem maior peso no indicador (30,67%), respondeu por 0,17 ponto porcentual, devido à alta de 0,55%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.