Com petróleo, importação nos EUA tem maior alta desde 1982

Alta de 21,6% em 12 meses foi puxada principalmente pelo preço da commodity, que subiu 79% no período

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

13 de agosto de 2008 | 10h03

Os preços das importações norte-americanas saltaram 21,6% em julho em comparação a julho do ano passado, maior apreciação em 26 anos, desde que o dado começou a ser coletado e quase oito vezes superior à alta anual de 2,8% registrada em julho do ano passado. A alta foi puxada principalmente pelo preço das importações de petróleo, que subiu 4% em julho em relação a junho e saltou 79,2% em comparação ao mesmo mês do ano passado. Excluindo petróleo, os preços das importações norte-americanas subiram 0,9%, em base mensal, e avançaram 8%, em base anual, maior alta em 20 anos. Veja também:Gráfico: Preço do petróleo em alta Os preços das importações subiram pelo quinto mês seguido em julho, projetando o crescimento anual para um recorde, refletindo aceleração nos preços de energia, de alimentos e bens acabados, assim como o encarecimento dos produtos importados por conta da depreciação do dólar. Os preços das importações de insumos industriais, excluindo petróleo, subiram 2,2% em julho frente a junho. Os preços das importações de alimentos subiram 1,5%, em base mensal, e dispararam 15,7%, em base anual.  Os preços das importações saltaram 1,7% em julho, em base mensal, informou o Departamento do Trabalho, seguindo-se a uma elevação de 2,9% em junho - dado revisado. Os economistas esperavam alta de 1%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.