Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Com poucos negócios, dólar tem alta leve

A falta de liquidez marca o início do mês de setembro no mercado de câmbio brasileiro. O recuo no volume de negócios é reflexo, principalmente, do feriado do Dia do Trabalho, comemorado hoje nos Estados Unidos. Segundo operadores, as transações estão praticamente restritas às tesourarias dos bancos, até por volta do meio-da. E isso seria o principal motivo para a sustentação da cotação do dólar à vista, já que não existem notícias com impacto no mercado. Às 12h30, o dólar comercial era cotado a R$ 2,991, com alta de 0,07% sobre o fechamento de sexta-feira. Na máxima até o momento, a moeda norte-americana foi negociada a R$ 2,99, com valorização de 0,37%. Veja a cotação do dólar.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2003 | 12h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.