Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Com pré-sal, reservas podem chegar a US$ 500 bi, diz Mantega

Ministro reafirma que governo comprará todos os dólares que entrarem no País para capitalização da Petrobrás

Adriana Fernandes e Leonardo Goy, da Agência Estado,

21 de outubro de 2009 | 14h16

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, previu nesta quarta-feira, 21, que, com os estoques petrolíferos do pré-sal, as reservas internacionais brasileiras no futuro podem chegar a US$ 500 bilhões. "Com certeza", afirmou Mantega, em entrevista, após audiência pública na comissão especial da Câmara que discute o projeto de capitalização da Petrobrás.

 

Veja também:

linkPetrobrás tem poderio para o desafio do pré-sal, diz Mantega

 

O ministro não precisou o período de tempo que considera necessário para que se concretize essa previsão de totalizarem as reservas internacionais US$ 500 bilhões. Atualmente, as reservas estão em mais de US$ 232,778 bilhões.

 

Mantega reafirmou que o governo comprará todos os dólares que entrarem no País para capitalização da Petrobrás. Ele disse que parte importante dos acionistas minoritários da empresa está no Brasil, mas outra parte de investidores está Exterior.

 

O ministro acrescentou que os investidores estrangeiros que quiserem participar da capitalização entrarão com recursos, mas avaliou que não há perigo de valorização maior do real por causa dessa entrada de dólares. Afirmou que, como os dólares serão comprados pelo Banco Central, não haverá pressão sobre o câmbio.

Tudo o que sabemos sobre:
Guido Mantegareservaspré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.