Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Com projetos atrasados, Bolsonaro participa de reunião na Zona Franca de Manaus

De acordo com o ministério, serão analisados 88 projetos industriais, sendo 26 novos e 62 para ampliação

Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2019 | 20h50

O presidente Jair Bolsonaro participará na quinta-feira, 25, da primeira reunião do conselho de administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus de seu governo. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Economia, Bolsonaro acompanhará o ministro Paulo Guedes, presidente do conselho, na reunião na capital amazonense.

Segundo o Broadcast apurou, há uma fila de projetos parados por falta de reunião do conselho de administração, o que já vinha sendo alvo de reclamações de empresários da região e representantes da superintendência. Os projetos dependem de aprovação do conselho, que, segundo fontes, ainda não havia se reunido por falta de espaço na agenda de Guedes.

De acordo com o ministério, serão analisados 88 projetos industriais, sendo 26 novos e 62 para ampliação, que somam US$ 626,917 milhões em investimentos em três anos. A expectativa é gerar 3.545 novos postos de trabalho e um faturamento de US$ 3,605 bilhões nesse mesmo período. Também serão avaliadas alterações em marcos regulatórios para acelerar a tramitação de implantação de projetos industriais e agropecuários.

Entre os projetos está a abertura da Yellow Indústria, para produção de patinetes e bicicletas elétricas. O investimento previsto no projeto é de US$ 12 milhões, com a geração de 206 empregos. Também será analisado o projeto de implantação da Empresa de Plástico do Amazonas, fábrica de resinas plásticas. O investimento previsto é de US$ 50 milhões e a expectativa é que o empreendimento gere 182 novos empregos.

Serão analisadas ainda propostas de ampliação da Flex Máquinas e Motores, para fabricação de modens com investimentos de US$ 12 milhões e da Bridge Indústria de Produtos Plásticos, para fabricação de laminados plásticos com investimento de US$ 30 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Jair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.