Com queda do dólar, petróleo fecha em novo recorde

Preço do barril subiu US$ 0,41, alta de 0,37%, marcando um novo recorde de fechamento a US$ 110,33 por barril

Reuters,

13 de março de 2008 | 17h54

Os preços do petróleo nos Estados Unidos fecharam em alta nesta quinta-feira, após atingirem um novo recorde durante a sessão. Foi o sétimo dia consecutivo de recorde. O principal motivo é que, com o aumento das incertezas em relação à crise da economia americana, o dólar está perdendo valor. Como o barril do petróleo é cotado em dólar, o preço do produto sobe para se adequar ao novo patamar da moeda norte-americana. Esse mecanismo é favorecido pela forte demanda pelo produto.   Veja também: Com pessimismo, Bovespa abre em queda de 2,54% Governo anuncia medidas para conter queda do dólar Fundo Carlyle Capital está perto do colapso BCs atuam para ajudar mercado de crédito ESPECIAL: Preço do petróleo em alta O sobe e desce do dólar  Entenda a crise nos Estados Unidos   Veja os efeitos da desvalorização do dólar   Na Bolsa eletrônica de Nova York (Nymex), o preço do barril subiu US$ 0,41, alta de 0,37%, marcando um novo recorde de fechamento a US$ 110,33 por barril, após ser negociado entre US$ 109,08 a US$ 111 - novo recorde para o intraday (durante o dia). Em Londres, o petróleo tipo Brent fechou em alta de US$ 1,27, ou 1,2%, no novo recorde de US$ 107,54, sendo negociado entre US$ 105,56 e US$ 107,88, marcando mais um recorde durante a sessão. "A relação entre o dólar fraco e a alta do petróleo continua a ditar as direções do preço no momento e as pessoas não estão negociando por temores com a economia", disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch & Associates. Ritterbusch disse que olharia para qualquer queda no mercado de diesel como indicativo de que os operadores de energia estão começando a olhar para a fraqueza da economia em busca de uma direção de preço, "mas até agora, o mercado de diesel está forte".

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoMercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.