Começa a concentração para o panelaço contra Duhalde

Cerca de 1.500 pessoas, entre elas crianças e muitos idosos, estão concentrados na noite desta sexta-feira na Praça de Maio, batendo panelas em protesto contra o governo.Até agora, a manifestação é totalmente pacífica. As ruas próximas à Casa Rosada, sede do governo, estão totalmente interrompidas pela polícia. As avenidas de acesso à praça, por onde devem chegar grupos de manifestantes de outros bairros de Buenos Aires, estão praticamente desertas.Espera-se a presença de pelo menos 50 mil pessoas, que devem lotar a Praça de Maio, em frente à Casa Rosada. A polícia, entretanto, não acredita que a manifestação venha a congregar esse número de pessoas.O contingente policial, neste início da manifestação, não passa de 200 homens, de acordo com os responsáveis pela segurança da sede do governo. Serão chamados mais policiais, se for detectado início de tumulto.Em outras regiões de Buenos Aires também começou a concentração de pessoas, a maioria mulheres e crianças. Um grupo de cerca de 200 pessoas juntou-se à manifestação, portando faixas com os dizeres ?Vamos ver quem dirige o país: o povo unido ou os políticos?, em tom desafiador.O clima na noite desta sexta-feira em Buenos Aires é quente. Faz cerca de 30 graus, mas o tempo começa a fechar e pode chover, o que prejudicaria a manifestação. Os tradicionais cafés e o comércio em torno da praça estão fechados.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.