Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Começa hoje o crédito da diferença do FGTS

O presidente da República, Fernando Henrique, confirmou ontem à noite que será iniciado hoje o crédito dos complementos dos planos Verão (16,64%, janeiro de 1989) e Collor 1 (44,8%, março de 1990) nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quem tem direito a até R$ 1 mil. Em julho, começa o crédito para o trabalhador que tem diferença entre R$ 1.000,1 e R$ 2 mil. Segundo dados do Ministério do Trabalho, até o dia 25 de maio, 15,6 milhões de trabalhadores haviam aderido ao acordo firmado entre o governo e as centrais sindicais. Até a semana passada, a Caixa Econômica Federal havia computado em seus registros aproximadamente 45 milhões de contas com direito ao crédito, ou seja, 99,6% dos dados fornecidos pela rede bancária. Por isso, boa parte dos optantes já recebeu os extratos da Caixa em sua casa. Quem ainda não recebeu o documento e quiser saber o valor do complemento na conta vinculada ou da diferença a ser paga poderá dirigir-se a qualquer agência da Caixa ou a um dos 67 Postos de Atendimento Temporário (PATs) ou, ainda, acessar a página da Caixa na Internet (veja link abaixo), no item Para Você, Produtos e Serviços, FGTS e levantar os dados dos créditos complementares a que tem direito. Se optar pela ida à agência ou ao PAT, o trabalhador deverá ter em mãos a carteira de identidade, o cartão ou número do PIS e a carteira profissional. Mesmo que o trabalhador não tenha preenchido e entregue o Termo de Adesão, a Caixa é obrigada a fornecer o extrato de cada conta. No levantamento pela Internet, o trabalhador deverá ter em mãos, ainda, o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), antigo CGC, de qualquer empresa em que trabalhou e fornecer a data de admissão, para obter a senha. Segundo o presidente do Instituto FGTS Fácil, Mário Alberto Avelino, para saber se os valores fornecidos pela Caixa estão corretos, o optante precisa ter em mãos o extrato da conta da época dos expurgos. Depois, basta obedecer ao seguinte roteiro para chegar ao valor a receber atualizado até 10 de maio: a) direito ao Plano Verão: multiplique o saldo de 1.º de dezembro de 1988 por 0,0012953; b) direito ao Plano Collor 1: multiplique o saldo de 2 de abril de 1990 por 0,0202238; c) direito aos planos Verão e Collor 1: some os resultados de A e B.

Agencia Estado,

10 de junho de 2002 | 09h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.