Começa reunião de sindicalistas da Volks

Começou no início da tarde desta sexta-feira a reunião com representantes dos trabalhadores e sindicalistas das cinco unidades da Volkswagen do Brasil. A empresa ameaça demitir 5.773 funcionários até 2008, como parte de seu plano de estruturação, conforme o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Segundo o vice-presidente do Comitê Mundial dos Trabalhadores da Volkswagen e membro do sindicato, Wagner Firmino Santana, o encontro com representantes em São Bernardo definirá as ações a serem adotadas em todas as cinco plantas da montadora no Brasil - as de missões devem ocorrer em três delas, São Bernardo do Campo, São José dos Pinhais no Paraná e Taubaté. Santana não descartou a possibilidade de dar início a greve já nesta sexta, além de realizar outras manifestações. Em São Bernardo ficou decidido que os 12 mil funcionários não farão mais horas extras para evitar o estoque de veículos no pátio da fábrica. A planta da cidade é a maior do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.