Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Começa semana decisiva para hidrelétricas do Madeira

Ibama deve liberar na segunda-feira à tarde a licença ambiental de instalação, que autoriza o início das obras

Leonardo Goy, da Agência Estado,

10 de agosto de 2008 | 17h41

A semana promete ser decisiva para o projeto de construção do Complexo Hidrelétrico do Madeira, em Rondônia. Definições importantes são aguardadas para segunda e terça-feira, tanto para a usina de Santo Antônio quanto para a de Jirau.No caso da usina de Santo Antônio, arrematada em leilão em dezembro passado pelo consórcio liderado por Furnas e Odebrecht, o Ibama deve liberar na segunda-feira à tarde a licença ambiental de instalação, que autoriza o início das obras. Já com relação a Jirau - cujo projeto foi conquistado em maio por consórcio liderado pela francesa Suez - a expectativa é que o contrato de concessão seja assinado na terça-feira.Se a licença de instalação de Santo Antônio for mesmo assinada amanhã pelo presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Roberto Messias, o consórcio liderado por Furnas e Odebrecht deverá iniciar a montagem do canteiro já na semana que vem.Antes de o Ibama dar seu aval, porém, uma última etapa precisa ser cumprida: a emissão, pela Agência Nacional de Águas (ANA) da outorga para o uso da água do Rio Madeira. Fontes que acompanham de perto o processo disseram que o consórcio Furnas/Odebrecht entregou na semana passada à ANA os documentos que faltavam - como o compromisso de arcar com o custo de uma adutora para Porto Velho.   Com isso, a expectativa, já manifestada pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, é de que a ANA libere a outorga amanhã pela manhã e o Ibama emita a licença na parte da tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.