Comerciários de SP aprovam piso salarial de R$ 1.123

Dirigentes dos sindicatos dos comerciários do Estado de São Paulo aprovaram, por unanimidade, em assembleia na noite desta quarta-feira, 14, a proposta de um novo piso salarial para a categoria no valor de R$ 1.123,00, que representa um ganho real de 4%.

CARLA ARAÚJO, Agencia Estado

15 de maio de 2014 | 12h17

O novo valor, no entanto, ainda precisa ser aprovado em novas rodadas de negociação. A expectativa dos sindicatos é que o piso de R$ 1.123,00 passe a vigorar a partir de 1º de setembro, data-base da categoria que reúne cerca de 2,7 milhões de trabalhadores no Estado.

A assembleia foi realizada pela Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo (Fecomerciários), na Praia Grande, Baixada Santista. Durante a sessão, os sindicalistas também aprovaram o fornecimento de cesta básica e o início do pagamento de horas extras com o fim do banco de horas. De acordo com o presidente da Federação, Luiz Carlos Motta, também foi autorizado a inclusão da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) na Convenção Coletiva de Trabalho.

"Estamos prontos e mobilizados para aprovar nossa pauta de reivindicações formada por 94 cláusulas. Historicamente, estamos conquistando aumentos reais acima da inflação, reajustes dignos e avanços sociais", afirmou o dirigente, em nota.

A entidade vai submeter a pauta de reivindicações aprovada aos 68 sindicatos da categoria para depois levar as demandas aos patrões.

Tudo o que sabemos sobre:
comerciáriosSPpiso salarial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.