Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Comércio Brasil-Aladi ganha mais segurança

As operações de comércio entre o Brasil e todos os países da Associação Latino Americana de Integração (Aladi), com prazo acima de 360 dias, já podem ser feitas com o amparo do Convênio de Pagamentos e Créditos Recíprocos (CCR). O direito estava restrito às transações comerciais entre o Brasil e a Argentina. Os demais países da Aladi são o Uruguai, o Equador, a Bolívia, o Peru, a Colômbia, o Chile, o México, o Paraguai e a Venezuela.A medida, além de garantir tratamento igual, assegura a transferência do risco de crédito de pessoas jurídicas para os países envolvidos nas transações. "Em caso de inadimplência, a negociação do crédito atrasado se dará entre países e não mais entre empresas", disse um assessor do Banco Central (BC).O BC informou que as operações com prazo superior a 360 dias não terão cobertura automática da autoridade monetária brasileira em caso de inadimplência. A garantia automática continuará válida apenas para as operações de prazo inferior a 360 dias. A medida visa a tirar da autoridade monetária o risco de crédito dessas operações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.