Comércio Brasil-China cresce 30%

O embaixador da China no Brasil, Jiang Yuande, disse hoje que a pneumonia asiática está afetando o comércio exterior do país, mas que apesar disso este ano o comércio entre Brasil e China deve atingir o seu patamar mais alto. No primeiro trimestre deste ano, o comércio bilateral aumentou 30% em relação ao ano passado. "Esta pneumonia é uma nuvem escura temporária. Ela tem influência sim, mas estou convencido de que será superada" disse o embaixador que participa do seminário Relações Brasil-China: Um Salto Necessário no BNDES.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.