Comércio de Campos do Jordão estima queda de 25% nas vendas

A temporada de inverno termina no próximo fim de semana em Campos do Jordão com comerciantes decepcionados com o resultado das vendas. Neste ano a estância recebeu cerca de 1,7 milhão de turistas, mas o grande fluxo de pessoas não foi suficiente para aquecer o comércio e elevar o índice dos lucros com relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a Associação Comercial do município as vendas caíram 25% em média com relação ao mesmo período do ano passado. No início do mês de junho, os cerca de 2 mil estabelecimentos comerciais esperavam 30% de aumento nas vendas em relação ao inverno de 2002. Os lucros não chegaram e os descontos antecipados foram inevitáveis. A liquidação das roupas de lã, por exemplo, chegou 15 dias antes. "Em outros anos era do dia 25 em diante. Neste ano começamos a liquidar ainda na primeira quinzena" afirmou o presidente da associação comercial da cidade, José Carlos Fernandes. Os setores que mais sofreram foram o de confecção, calçados e restaurantes. Além das liquidações que já começaram, com descontos de até 60% e facilidade no pagamento, a Associação Comercial se prepara para novas ações promocionais nos meses de agosto e setembro. "Agosto sempre é um mês difícil por isso vamos nos movimentar para atrair o turista pra cá, quando a cidade está mais calma e é possível aproveitar melhor".

Agencia Estado,

30 Julho 2003 | 17h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.