Comércio de São Paulo ainda não entrou no ritmo do Natal

As vendas do comércio na capital paulista ainda não entraram em ritmo de final de ano. O movimento na primeira quinzena de novembro cresceu perto de 3% em relação a novembro do ano passado e caiu mais de 2,5% na comparação com o desempenho de outubro, de acordo com o acompanhamento feito pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com base nos serviços de consulta de cheques e crédito.O desempenho das vendas à vista em relação ao ano passado (4,6%) está relacionado, de acordo com a entidade, com alterações no serviço oferecido, que elevou o número de ligações. Excluindo-se este fator, houve uma ligeira melhora nos resultados, atribuída às promoções do varejo. As vendas à prazo, nesta comparação, cresceram 1,5%. Com relação a outubro, as compras parceladas caíram 4,8%, mostrando o impacto da alta dos juros sobre o crediário e também à tradicional desaceleração, após o movimento maior por causa do Dia das Crianças. As transações à vista subiram apenas 0,3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.