Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Comércio de São Paulo ainda não entrou no ritmo do Natal

As vendas do comércio na capital paulista ainda não entraram em ritmo de final de ano. O movimento na primeira quinzena de novembro cresceu perto de 3% em relação a novembro do ano passado e caiu mais de 2,5% na comparação com o desempenho de outubro, de acordo com o acompanhamento feito pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com base nos serviços de consulta de cheques e crédito.O desempenho das vendas à vista em relação ao ano passado (4,6%) está relacionado, de acordo com a entidade, com alterações no serviço oferecido, que elevou o número de ligações. Excluindo-se este fator, houve uma ligeira melhora nos resultados, atribuída às promoções do varejo. As vendas à prazo, nesta comparação, cresceram 1,5%. Com relação a outubro, as compras parceladas caíram 4,8%, mostrando o impacto da alta dos juros sobre o crediário e também à tradicional desaceleração, após o movimento maior por causa do Dia das Crianças. As transações à vista subiram apenas 0,3%.

Agencia Estado,

18 de novembro de 2002 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.