Comércio e Indústria contratam mais em fevereiro, aponta Dieese

A ocupação de trabalhadores na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) cresceu 4,9%, na comparação de fevereiro deste ano com o mesmo mês de 2004, o que apresentou um aumento de 380 mil postos de trabalho, de acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), apresentada hoje pela Fundação Seade e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese).O Comércio foi responsável pela criação de 94 mil postos de trabalho (7,5% a mais), basicamente pelo aumento do número de assalariados com e sem carteira de trabalho assinada e de trabalhadores autônomos. Os Serviços criaram 153 mil postos de trabalho (3,7%), com acréscimo em todas as formas de ocupação, exceto para os autônomos. No segmento Outros Setores, houve um incremento de 75 mil vagas (8,7%), basicamente geradas nos Serviços Domésticos e Construção Civil.A Indústria apresentou uma adição de 58 mil postos de trabalho (3,8%), com o aumento do número de pessoas assalariadas sem carteira de trabalho assinada, autônomos e, em maior grau, de trabalhadores com registro em carteira, cujo contingente aumentou em 23 mil postos de trabalho no mês passado (mais 2%). "Isso demonstra que o setor industrial está gerando postos de trabalho de melhor qualidade, fruto da evolução gradual da economia", comentou o coordenador de Análise da PED, Alexandre Loloian.Neste mesmo segmento produtivo, contudo, houve uma expansão de 7% dos trabalhadores sem carteira assinada. Para o diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, esse dado indica, por outro lado, que a economia vem evoluindo, porém, não consegue diminuir a precarização contínua dos postos de trabalho criados.Nos últimos 12 meses, o nível de ocupação da Indústria aumentou 3,8%, como reflexo da geração dos postos de trabalho nos segmentos de Vestuário e Têxtil (24,2%), Química e Borracha (16,7%) e, em menor grau, na Metal Mecânica (1,1%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.