Comércio paulista vende 7,7% menos

As vendas do comércio da região metropolitana de São Paulo caíram 7,7%, em média, no primeiro trimestre do ano, em relação ao mesmo período de 2002. Todos os segmentos pesquisados apontaram redução de movimento nas lojas: bens duráveis, -9,11%; semiduráveis, -6,01%; não-duráveis, -5 88%; comércio automotivo, -7,34% e materiais de construção, -11 89%.Apesar dos resultados, os empresários manifestaram otimismo para o resto do ano, segundo pesquisa realizada pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) com 600 empresários de pequeno e médio porte. Para 58,8% dos entrevistados, a situação nos próximos 12 meses será melhor do que foi nos últimos 12 meses. Para 18,4% se manterá igual e para 22,5%, irá piorar.A expectativa em relação às próprias empresas foi até superior ao da economia do País, pois 50,7% consideram que as condições brasileiras irão melhorar; 21,9% acham que ficarão iguais e 27,5% esperam piora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.