Comissão do Senado aprova Figueiredo para a ANTT

A Comissão de Infra-Estrutura do Senado aprovou hoje, por 15 votos a cinco, a indicação do economista Bernardo José Figueiredo Gonçalves de Oliveira para o cargo de diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Figueiredo é atualmente assessor especial da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.Antes de ser sancionada pelo presidente da República, a indicação precisa passar ainda pelo plenário do Senado. A Comissão deve encaminhar ainda hoje a aprovação à mesa diretora da Casa.Apesar do placar favorável, a aprovação de Figueiredo na Comissão não foi fácil. O senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que na semana passada havia pedido vistas, adiando para hoje a votação, chegou a apresentar relatório em separado afirmando que o economista não tem reputação ''ilibada'', uma das condições para a indicação, devido a um processo no Tribunal de Contas da União (TCU).Se for confirmado pelo plenário do Senado, Figueiredo ocupará o lugar de José Alexandre Resende, que deixou o cargo em fevereiro. A ANTT está sendo comandada interinamente por Noboro Ofugi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.